Google+

9 fatos que você desconhece sobre mamilos



1 – Mamilos sagrados



Na Irlanda Antiga os mamilos da realeza eram considerados sagrados, você sabia? E a bizarrice não para por aí! A população celta cumpria um ritual bastante peculiar: durante cerimônias reais, era comum que os súditos passassem por um ritual que consistia em sugar os mamilos da realeza.

Os mamilos eram tão importantes à Irlanda Antiga que era comum que rivais mutilassem outros possíveis herdeiros do trono, arrancando seus mamilos. O mesmo acontecia quando o rei era derrotado em uma guerra: seus mamilos eram arrancados antes de ele ser morto.

2 – Mais de dois



Você sabia que entre 1% e 5% da população mundial tem mais do que um par de mamilos? Essa condição é conhecida como politelia e, ao que tudo indica, ela está relacionada com fatores da evolução. São traços, portanto, de ancestrais que já tiveram mais do que dois mamilos.
Mamilos extras podem nascer também em outras partes do corpo, longe da região tradicional. Sabe-se de uma mulher que tem um mamilo com aureola e pelos na sola do pé. Em muitos casos o mamilo extra não é completamente formado e parece mais com mancha ou verruga, então muita gente pode ter um terceiro mamilo e nem reparado nisso ainda.
Na Idade Média mamilos extras eram conhecidos como “tetas de bruxa” ou simplesmente “marcas de bruxa”, o que significava que a pessoa em questão representava forças diabólicas. Àquela época a crença era a de que as bruxas sugavam membros de uma família através do mamilo extra.
Harry Styles, do grupo One Direction, já declarou publicamente que tem dois mamilos extras. A cantora Lily Allen também tem um mamilo a mais. Idem para a modelo Joanna Krupa.


3 – Tendência



Se hoje ainda há quem fique chocado com as mulheres que fazem topless na praia, você deve imaginar que as coisas eram ainda piores no século XIV, por exemplo. Bem, na verdade, as mulheres tinham o costume de mostrar seus seios em público, sem grandes problemas, até o século XVIII.
Agnes Sorel, amante do rei Carlos VII, da França, era quem o acompanhava em suas aparições públicas, já que sua mulher preferia ficar em casa cuidando dos filhos. Aos poucos Agnes foi tendo destaque e influenciando as mulheres da corte. Conhecida por sua beleza, Agnes mostrava seus seios frequentemente, ficando famosa, inclusive, por mandar fazer seus vestidos de forma que um ou dois seios ficassem à mostra.
A atitude de Agnes passou a ser seguida por muitas outras mulheres, o que incomodou a igreja, que enviou uma queixa ao rei, pedindo para que a exposição acabasse.
Muito tempo depois da morte de Agnes, Isabella d’Este passou a exibir seus seios e a influenciar outras mulheres na Itália e também na França. Foi graças a ela que a rainha da França aderiu à moda de exibir os seios. A preocupação com um seio em perfeitas condições de ser exibido era tanta que muitas mulheres contratavam amas de leite para amamentar seus filhos.

4 – O mamilo mais forte do mundo




Se você não é do tipo que tem faniquitos vendo vídeos de gente fazendo bizarrices, pode dar o play no vídeo acima, que mostra Sage Werbock fazendo jus ao título de homem com o mamilo mais resistente do mundo. O cara passa a vida arrastando ou erguendo objetos superpesados com a ajuda de seus mamilos.
Tudo começou quando Werbock assistiu a alguns vídeos de pessoas erguendo coisas pesadas no peito. Foi ai que ele viu uma oportunidade de mostrar o poder de seus supermamilos. E foi comprovando sua capacidade de erguer 32 kg em cada mamilo que o valentão não só conseguiu ganhar dinheiro como entrou para o Livro dos Recordes em 2009.
Ainda assim, Werbock não estava satisfeito e, em 2011, ele fez a proeza que você vê no vídeo acima, quando conseguiu arrastar um carro pesando uma tonelada por 20 metros. Como se não bastasse, o recordista afirma que essas práticas não causam dor alguma. Será?

5 – Sexualmente falando



Por mais estranho que pareça, já é comprovado cientificamente que é possível chegar ao orgasmo somente com estímulos nos mamilos. A descoberta foi feita a partir de testes com várias mulheres que se masturbavam enquanto seus cérebros eram monitorados.
Quando foram orientadas a estimular apenas seus mamilos, a atividade cerebral comprovou que o estímulo dessa região ativa a mesma parte do cérebro conectada à estimulação genital. De acordo com a pesquisa, os homens são capazes de obter o mesmo resultado.

6 – Koro



Você já ouviu falar da Síndrome de Koro? Trata-se de um distúrbio mais frequente em homens asiáticos, que acreditam que seus pênis estão encolhendo. O que pouca gente sabe é que essa síndrome pode aparecer também em mulheres, embora em uma frequência bem menor. Nesses casos, as portadoras acreditam que seus mamilos estão sendo sugados por seus seios.
Na cultura popular asiática uma das explicações para o aparecimento da síndrome é a presença de um fantasma feminino. As portadoras chegam a realizar rituais bizarros, como fazer muito barulho e soltar fogos, na esperança de que o fantasma vá embora. Além disso, as pacientes passam por rituais de exorcismo.

7 – Maquiagem



O Japão é realmente uma terra de bizarrices e chega a não ser surpreendente o fato de que muitas mulheres lá estão usando maquiagem em seus mamilos. Por quê? Porque a moda são mamilos rosados e, aparentemente, as japonesas estão fazendo de tudo para mudar seguir a tendência.
A prática de maquiar mamilos não é exclusiva do Japão nem nasceu na Terra do Sol Nascente. A tradição teve início há muitos séculos, mais especificamente na época da Renascença, quando cortesãos venezianos costumavam usar tecidos tingidos para colorir lábios, bochechas e mamilos.
Já em 1977, em São Francisco, nos EUA, uma companhia de cosméticos passou a produzir uma linha de maquiagem dedicada aos mamilos. O produto, chamado Benetint, é usado até hoje, mas para áreas como lábios e bochechas.

8 – Prótese



As próteses de mamilos foram criadas para serem usadas por pacientes de câncer de mama e que foram submetidas à mastectomia, que é a retirada parcial ou total das mamas. Obviamente, as pacientes que passam por esse procedimento precisam de acompanhamento psicológico, e a prótese de mamilos faz parte dessa terapia para muitas delas. 

9 – Athelia



Da mesma forma que algumas pessoas nascem com três ou mais mamilos, há também quem nasça sem mamilo algum. Isso ocorre devido a uma variação genética conhecida como Athelia, que impede a formação de mamilos durante o desenvolvimento do feto.
Essa condição pode ser totalmente benigna, mas pode representar também o sintoma de outros problemas médicos, como a displasia ectodermal, que atrapalha o desenvolvimento dos dentes, cabelos, unhas e glândulas sudoríparas. Ao todo, 7 mil casos estão diagnosticados em todo o mundo.
A ausência de mamilo também pode ser um sinal da Síndrome de Yunis-Varon, cujas características incluem, além da displasia ectodermal, problemas no desenvolvimento ósseo, respiratório e cardíaco. Essa síndrome é extremamente rara: foi reconhecida nos anos de 1980 e, desde então, apenas 15 casos foram confirmados em todo o mundo.

Fonte: MegacuriosoListverse